E-book intermediador

Cartão fraudado: conheça os principais indícios desse problema

Problemas com fraude no e-commerce? Entenda como identificar o uso de um cartão fraudado nos seus pedidos e não ter prejuízos no negócio!

Cartão fraudado: conheça os principais indícios desse problema

Um dos principais desafios enfrentados no mercado digital é evitar a realização de compras feitas com cartão fraudado. Essa prática é muito comum e, quando não identificada, representa prejuízos financeiros para o negócio.

Segundo um estudo feito pela empresa Konduto, a cada 5 segundos, uma tentativa de fraude é realizada no e-commerce brasileiro. Para não ter problemas com isso, é importante saber quais são os sinais de uma compra fraudulenta.

Pensando nisso, criamos este artigo com os principais indícios de que um cartão fraudado está sendo usado no ato da compra, para ajudar a sua empresa a não ter problemas com a prática. Confira!

Realização de compras múltiplas

A primeira atividade suspeita de fraude é a realização de compras múltiplas com o mesmo cartão — ou seja, vários pedidos com muitos itens, normalmente repetidos e realizados em um curto período de tempo.

Essa prática deve ser monitorada no e-commerce, uma vez que é um forte indicador de fraude. Normalmente, todos os pedidos são feitos com um único endereço de IP e enviados para o mesmo local de entrega.

Falha na verificação do cartão

Outro indicador de uso de cartão fraudado é quando as informações cadastradas falham no teste de verificação realizado pelo processador de pagamento.

A falha ocorre devido ao uso de informações incorretas do cartão, como o código de verificação ou endereço de cobrança — dados que somente o titular poderia fornecer. Quando ela ocorre, é indicado que a compra seja negada pela alta chance de ser uma fraude.

Erro de endereço

As informações sobre o endereço são muito importantes para identificar o uso de cartão fraudulento. Além da verificação do local de cobrança, a apresentação de destinos inconsistentes pode indicar a tentativa de fraude.

Normalmente, criminosos usam informações falsas ou erradas para o local de destino dos pedidos — como CEP inexistente ou número de telefone que não bate com a área indicada.

Diferença entre o endereço de cobrança e o de entrega

Comprar presentes ou usar o endereço de um conhecido para receber pedidos não é uma prática incomum. Entretanto, locais de entrega que são usados para muitas compras, realizadas com cartões diferentes e em curto espaço de tempo, normalmente indicam atividades fraudulentas.

Além disso, quando o endereço de entrega é muito diferente do de cobrança, as chances aumentam. Um exemplo disso seria de um pedido enviado para São Paulo, com cobrança feita na Flórida, EUA. Esses casos devem ser monitorados e ter algum tipo de confirmação.

Compra realizada na madrugada

Um forte indício de compra fraudulenta é quando o pedido é feito fora do horário padrão de transações, ou seja, durante a madrugada. Criminosos tendem a preferir esse momento para que o titular do cartão não perceba o uso — assim, eles têm mais tempo para que a operação seja efetivada.

Envio com senso de urgência

Por fim, criminosos que usam cartão fraudado tendem a pedir entregas com urgência, pagando por altos valores de frete. Essa prática é muito comum, pois permite que eles recebam o máximo de itens antes da fraude ser identificada.

Esses são alguns dos sinais claros de ações fraudulentas. Para não sofrer golpes e ter prejuízos, é importante monitorar as informações, fazer análises de risco e estabelecer fortes regras de segurança para o processo de compras do e-commerce.

Agora que você conhece os principais sinais de uso de um cartão fraudado, entenda como um intermediador de pagamento diminui a ocorrência dessa prática no mercado digital e minimize esse problema no seu negócio!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo