E-book intermediador

Como escolher plataforma de e-commerce ideal para mim, afinal?

A implementação de uma plataforma de e-commerce pode trazer várias dúvidas e demandar tempo e investimento. Confira agora mesmo os aspectos que você não pode esquecer!

Como escolher plataforma de e-commerce ideal para mim, afinal?

Obter o capital de giro necessário, investir em uma ideia rentável e equipe capacitada: por muito tempo, essas ações foram a fórmula do sucesso. Porém, no cenário atual, com os clientes cada vez mais exigentes, a capacidade de adaptação e inovação das empresas tem ditado quem prospera. Nesse contexto, surge uma pergunta essencial: como escolher plataforma de e-commerce?

Não se preocupe se você não sabe por onde começar! Primeiramente, retrocederemos um passo para explicar o que é uma plataforma de e-commerce. Em seguida, mostraremos alguns dos pontos principais que devem ser considerados ao escolher uma das opções disponíveis, para deixar qualquer gestor orgulhoso da sua loja virtual.

Preparado? Então, continue a leitura!

Afinal, como uma plataforma de e-commerce pode impulsionar o negócio?

Uma plataforma de e-commerce é uma solução tecnológica que permite aos gestores criar lojas virtuais para o comércio de produtos e serviços online. Além disso, ela permite, inclusive, integração com outros sistemas e processos internos da empresa — por exemplo, contabilidade, gerenciamento de pedidos e de inventário, e atendimento ao cliente.

As plataformas são desenvolvidas por meio de linguagens de programação, como Java e PHP, entre outras. As opções disponíveis são diversas, e elas se diferenciam pelo formato de aquisição. É possível alugar ou comprar a licença de uso de uma plataforma desenvolvida por outra empresa e até mesmo adquirir uma opção de código aberto, disponibilizada na rede gratuitamente.

Implementar uma plataforma de e-commerce em combinação com uma estratégia de vendas bem elaborada pode aumentar as vendas da sua empresa e atingir um público-alvo maior. Além disso, a automatização dos processos torna-se muito mais fácil e pode trazer ganhos reais por meio da redução de custos.

O que considerar antes de escolher a plataforma ideal?

É fundamental saber o que o seu comércio demanda. Portanto, confira alguns pontos que você deve considerar antes de bater o martelo sobre a plataforma de e-commerce.

Custo-benefício

As primeiras indagações a serem respondidas são: quais são as reais necessidades do negócio e quanto a empresa está disposta a investir? Como mencionamos, as opções existentes são diversas.

Os gestores de diversas áreas precisam trabalhar em sinergia e identificar as funcionalidades essenciais para a plataforma de e-commerce do seu empreendimento. O objetivo é encontrar um equilíbrio e definir uma plataforma que proporciona o melhor custo-benefício diante das necessidades. Afinal, não é preciso adquirir uma opção de ponta, com várias funcionalidades, se a sua empresa ainda está começando e não possui sistemas compatíveis com a integração.

Suporte

Uma boa plataforma de e-commerce deve ser estável: não há nada mais frustrante do que páginas travando ou com mensagens de erro durante o processo de compra. Entretanto, problemas acontecem e um serviço de suporte técnico pode ser um grande diferencial nesses casos.

Além disso, o conceito de suporte pode ir além, como disponibilização de tutoriais e coaching para os comerciantes. Porém, não se esqueça de conferir se a plataforma que você vai adquirir contempla tais serviços.

Integrações

Esse é um ponto crucial da decisão e que deve ser analisado a fundo: quais integrações são necessárias para a otimização dos processos e quais são permitidas pela plataforma em avaliação? Quanto a esse fator, é importante ressaltar que a análise deve considerar objetivos de médio e longo prazo.

As empresas estão em constante adaptação, e novas demandas surgem a cada dia. Assim, uma integração que hoje parece insignificante pode se tornar fundamental para o funcionamento do negócio em alguns meses, como os gateways e intermediadores de pagamentos.

Layout

Os gestores devem ter em mente que, no mundo do e-commerce, as aparências contam e influenciam significativamente na decisão do consumidor. Um layout agradável e alinhado com a sua marca e a proposta dos seus produtos impacta positivamente na experiência de compra do consumidor.

Por isso, além de conhecer a sua empresa, nossa dica é conhecer também o seu cliente e desenvolver uma plataforma alinhada com as suas expectativas e preferências.

Quem é o responsável por acompanhar a implementação?

A resposta para essa pergunta dependerá do tipo de plataforma escolhida. Se você optar por uma de código aberto, a implementação e o acompanhamento ficará a cargo do desenvolvedor contratado e da equipe de TI.

Para o caso das plataformas adquiridas por meio da compra ou aluguel da licença, a empresa que desenvolveu o código geralmente fica responsável pela implementação, e a equipe de TI do seu negócio presta um suporte mais superficial.

Independentemente de quem será o responsável, é importante lembrar que uma decisão de negócio como escolher plataforma de e-commerce demandará o envolvimento de vários setores da companhia, a fim de analisar, de forma inteligente, todos os pontos abordados no texto.

E então, este texto foi útil para você? O que acha de bater um papo com a gente sobre o tema? Deixe nos comentários suas dúvidas e experiências sobre a escolha e implementação de uma nova plataforma de e-commerce. Estamos ansiosos para aprofundar a discussão!

Sobre o autor
Thadeu Arias
Thadeu Arias Growth Hacker | SEO and Marketing Strategy | Especialista em E-commerce, sua passagem por agências de publicidade, trouxeram bagagem em performance e conversão para e-commerce. Apaixonado por estudo, e aficionado por testes e análise de resultados. Acredita no data driven como acelerador de crescimento.
100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo