E-book intermediador
Como reduzir custos em transações online significativamente?

Como reduzir custos em transações online significativamente?

Em 2016, o mercado de e-commerce brasileiro apresentou crescimento de 11%. Este ano, as expectativas de venda especialmente para a Black Friday e para o Natal são bem promissoras. Não tem como negar: o sucesso desse modelo de negócio pode ser comprovado pela multiplicação de lojas virtuais e a migração de marcas consagradas para o mundo das transações online.

O detalhe é que, por mais que o e-commerce ofereça vantagens consideráveis para empresas de qualquer segmento ou porte, as operações virtuais também envolvem custos. Assim, a otimização de recursos é simplesmente fundamental para a sobrevivência e a sustentabilidade de um empreendimento.

Não se esqueça: principalmente em tempos de crise e desafios financeiros, mapear os processos de uma loja virtual, buscando formas inteligentes de reduzir gastos é indispensável.

A boa notícia é que, com a ajuda da tecnologia e de práticas modernas, é perfeitamente possível não só manter as despesas sob controle, mas gerar uma economia significativa nas transações online. Quer saber como? Conheça agora mesmo algumas atitudes que você deve tomar para enxugar os gastos com sua loja virtual!

Automatize os processos de compra e pagamento

Automatizar o sistema de transações online significa integrar eletronicamente a cobrança para os clientes aos fluxos financeiros da empresa. Digitalizar esse processo é importante para evitar riscos e erros. Pense bem: além de tomarem muito tempo e comprometerem a produtividade, procedimentos manuais podem gerar falhas que resultam em prejuízo financeiro para a empresa.

Sistemas de automação facilitam o controle e a precisão da gestão financeira do negócio, além de diminuir a burocracia, uma vez que tarefas manuais tornam o processo de compra mais desorganizado e lento. Já pensou que isso pode inclusive levar clientes a desistirem de suas compras?

Além do mais, a automatização aumenta a eficiência na gestão do estoque da loja, evitando desperdícios e permitindo que gestores usem os dados gerados e armazenados pelo sistema digital para analisar seus processos de venda e partir em busca de melhorias.

Organize seu sistema logístico

A logística é um sistema complexo que compromete grande parte das despesas de um e-commerce. Fazem parte dela atividades como:

  • gestão de fornecedores;
  • armazenamento e estoque;
  • movimentação de mercadorias e materiais;
  • entregas e prazos — frete;
  • etiquetagem, embalagem e conferência;
  • devoluções e coletas — logística reversa.

Como você pode ver, a logística compreende etapas fundamentais dos serviços oferecidos por uma loja virtual. Ao mesmo tempo em que é desafiadora, sua gestão eficiente permite agregar muito valor à experiência de compra dos clientes e, sobretudo, reduzir custos operacionais.

Assim, ter o cuidado de repensar cada etapa é determinante para o sucesso. Seguindo a mesma lógica, é preciso observar se o fluxo das operações corre da melhor maneira possível. Para esclarecer esse ponto, seguem alguns exemplos de questões desafiadoras de logística que, se bem resolvidas, ajudam a enxugar significativamente os gastos:

  • avaliação da quantidade ideal de produtos em estoque, evitando encalhes e perdas que causem prejuízos e comprometam o capital de giro do negócio;
  • revisão de contratos com fornecedores e pesquisa no mercado por parcerias com melhor custo-benefício;
  • análise de tecnologias que possibilitem a otimização de prazos, como o sistema de roteirização das entregas.

Conte com diversas opções de remessa

Aspecto determinante no custo das transações online, o preço do frete pode fazer com que muitos clientes repensem se vão efetuar ou não uma compra. Para manter a competitividade da loja virtual, portanto, é preciso buscar constantemente por formas de minimizar esse gasto.

Muitos empreendimentos contam apenas com os Correios para fazer suas entregas. Contudo, por conta dos incessantes problemas operacionais e das greves, ater-se unicamente a esse operador logístico definitivamente não é uma boa ideia. Existem diversas soluções, muitas até mais flexíveis, oferecidas por transportadoras, que mostram que a opção pelos Correios nem sempre traz o melhor custo-benefício para a empresa.

Sabendo disso, levante uma lista de empresas de transporte logístico que possam ser parceiras do seu e-commerce. O sistema de cargas fracionadas, por exemplo, é uma ótima pedida para pequenos negócios, pois permite a remessa de encomendas modestas, com a empresa arcando apenas com os custos de transporte referentes ao espaço ocupado no caminhão.

Instale sistemas de segurança

A modernização dos sistemas de segurança para lojas virtuais contribuiu para a diminuição de tentativas de fraude no e-commerce do país. Mas os dados ainda não são tão positivos, já que, a cada 28 pedidos registrados, 1 é fraudulento. Lembre-se: todas as transações online contêm riscos. E, infelizmente, são muitas as ameaças de crimes cibernéticos.

O que você tem que entender é que, em uma loja virtual, como a segurança dos pagamentos fica a cargo do varejista, investir em um bom sistema de segurança contra fraudes é uma necessidade de primeira ordem. Afinal de contas, você não quer ter que lidar com prejuízos, certo?

Adote um bom gateway de pagamentos

O gateway é um meio de pagamento que funciona essencialmente como uma máquina de cartão de crédito. Com esse recurso, o cliente conclui compras no site da loja e não precisa ser redirecionado para um intermediador. E pode acreditar: só esse aspecto já aumenta o número de conversões do e-commerce, pois deixa a compra mais rápida e menos burocrática.

Logo que o cliente insere os dados do seu pedido no site, o gateway se conecta com a rede de adquirência e checa se a compra pode ser autorizada. Da mesma forma, esse método proporciona mais controle das transações online em uma loja virtual, favorecendo a gestão financeira do negócio.

Além disso, o gateway de pagamentos é uma ótima solução para a redução de custos. Afinal, por meio desse sistema, o empreendedor consegue negociar as tarifas sobre as compras diretamente com as adquirentes, não precisando arcar com taxas altas demais.

Agora chegou a hora de aplicar essas dicas no seu empreendimento para confirmar como é possível controlar suas finanças, reduzir suas despesas com as transações online e ter um negócio cada vez mais rentável!

Por fim, fica o questionamento: você sabia que as compras via dispositivos mobile apresentam amplo crescimento no Brasil? Está pensando em investir nesse modelo? Então confira agora mesmo nosso post sobre as vantagens de oferecer meios de pagamento mobile!

Receba os melhores conteúdos sobre formas de pagamento online!
Sobre o autor
Marco Galvão
Marco Galvão Apaixonado por Marketing, formado em Administração, Pós-Graduando em Marketing e Gestão Estratégica de Negócios. Hoje também pesquisador e amante de assuntos relacionados a pagamentos online. Como Hobbies gosto de fotografar, ouvir música, viajar e cantar (mesmo sem saber) ! Bom tê-lo aqui comigo :)