Logo da Universidade Yapay com a coruja como símbolo Conheça a Universidade Yapay!

Entenda o que é headless commerce e como ele funciona

Headless commerce é uma nova maneira de construção de sites de e-commerce na qual o front-end deixa de ser fixo e se torna dinâmico.

Entenda o que é headless commerce e como ele funciona

Estamos vivendo na era da transformação digital, e vemos mudanças ocorrendo o tempo todo.

Conforme vamos em direção ao futuro, novas formas de atuar no mercado vão surgindo.

Uma delas é o headless commerce.

Você pode se achar satisfeito com a maneira que o seu e-commerce está estruturado, porém, essa nova forma de criação de sites pode ser a resposta para melhorar ainda mais a experiência do seu cliente e facilitar as atualizações.

Ficou confuso? Não tem problema!

Ao longo deste post, vamos falar um pouco mais sobre a tecnologia headless commerce e como ela pode ser aplicada em sua loja, quais são as suas vantagens e, por que as grandes companhias estão apostando nela como um diferencial. Boa leitura!

O que é headless commerce?

O conceito de headless commerce desacopla o back-end do front-end, ou seja, transforma-os em duas plataformas distintas e independentes.

Isso significa que a apresentação de conteúdo ao cliente é totalmente separada da lógica comercial.

Assim, temos uma divisão real entre as preocupações voltadas para o sistema e as voltadas para os clientes, permitindo um desenvolvimento personalizado de cada componente e focando em um maior desempenho.

Isso facilita a comunicação da plataforma CMS com qualquer interface, o que permite rápidas integrações com outros sistemas.

Por exemplo, o cliente pode colocar algo no carrinho e, ao chegar na loja física, o item estará lá, pois o sistema é um só.

Todo e qualquer e-commerce pode fazer uso de uma plataforma headless e usufruir de suas vantagens, uma vez que terá maiores possibilidades de personalização e de oferecer uma experiência diferenciada aos seus clientes.

Como ele funciona?

No headless commerce, tratamos com dois pontos — o cliente e o serviço, back-end e front-end.

Cada um deles tem papel único: o back-end é responsável pela lógica interna e pelas regras de negócio, enquanto que o front-end realiza a apresentação para o usuário.

A comunicação entre ambas as partes se dá pela disponibilização de uma API REST, que comunica todas as informações do back ao front.

Dessa forma, o usuário não navega por várias páginas, evitando os reloads.

O front-end, por sua vez, vai se transformar conforme as suas solicitações, tendo uma lógica própria.

Dessa forma, podemos utilizar qualquer tipo de tecnologia para realizar a apresentação para o usuário, por exemplo, criando um site com ReactJS, ou um aplicativo nativo com Android ou iOS.

Em ambas as situações, serão consumidos dados pela API do CMS na nuvem.

Quais são os seus benefícios?

São vários os benefícios trazidos com essa tecnologia para o e-commerce atual, que ainda utiliza plataformas prontas, como Magento e Shoppify:

  • maior flexibilidade — é possível trabalhar cada interface de forma individual;
  • personalização — sua loja on-line deixa de estar presa a uma interface padrão de soluções prontas;
  • velocidade — a separação das camadas torna a aplicação muito mais rápida, pois a troca de informações é simples;
  • customização — você é livre para desenvolver a apresentação ao cliente da maneira que achar melhor, diferenciando cada um dos canais como mobile e web.

Como vimos, conforme a tecnologia de headless commerce avança, ela poderá conectar cada vez mais interfaces gráficas, facilitando o trabalho das organizações e melhorando a comunicação com o cliente.

Gostou deste post? Compartilhe conosco nos comentários a sua opinião sobre o uso dessa tecnologia no e-commerce!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo