Logo da Universidade Yapay com a coruja como símbolo Conheça a Universidade Yapay!

Marketing de guerrilha: 5 ideias para serem usadas no seu e-commerce

O marketing de guerrilha é uma estratégia criativa para atrair consumidores e tornar a marca mais comentada!

Marketing de guerrilha: 5 ideias para serem usadas no seu e-commerce

Criatividade, energia e ações fora do convencional. Essas são as ideias certas para descrever um marketing de guerrilha. Seu objetivo é anunciar determinado produto, com investimento baixo e de uma forma reinventada. O sucesso é confirmado se a propaganda gerar impacto, o post viralizar, a marca virar buzz e as pessoas se encantarem. Para isso, a experiência precisa ser memorável e gerar o desejo de comprar.

Apesar de muito comentada nos últimos tempos, a estratégia existe desde os anos 70. Foi criada pelo publicitário americano Jay Conrad Levinson, inspirado na Guerra do Vietnã. Os combatentes tinham um poder arsenal menor que o dos Estados Unidos, então, tramaram planos para atrasar e vencer os inimigos.

Assim, a ideia do marketing de guerrilha é ser uma estratégia eficiente para atrair consumidores e gerar mais vendas. Acompanhe o texto e saiba como implementá-la no e-commerce!

1. Faça uma intervenção inteligente

A campanha não precisa ser cara, basta ser memorável e ter uma abordagem inteligente. Quer um exemplo? Enviar os produtos em embalagens nas quais os clientes possam interagir é uma grande ideia. É possível inserir QR codes, para que eles se conectem a conteúdos especiais ou a descontos VIPs, por exemplo.

2. Seja dinâmico

Outra ideia é incentivar alguma ação e, ao mesmo tempo, beneficiar as pessoas com algo diferente. Uma loja de produtos infantis pode, em uma data específica — como o mês do Dia das Crianças —, criar grupos no WhatsApp com os pais e enviar conteúdos diariamente. Áudios com histórias infantis, desenhos para imprimir e colorir, e passatempos são alguns dos exemplos. É uma forma de cativar as crianças, enquanto divulga a loja virtual.

3. Surpreenda no pós-compra

A maioria dos comerciantes se importa apenas com as etapas antecedentes ao momento da aquisição. Demonstrar preocupação e amabilidade depois da venda tende a fazer com que o cliente repare no comportamento com mais atenção. Um exemplo é mandar uma mensagem personalizada pelo WhatsApp e perguntar o que achou do produto. Instigar um feedback tende a encantar as pessoas.

4. Encontre o influencer ideal

Ter um influencer ou mais pode gerar impactos positivos nas vendas. Assim, descubra qual é o mais querido pelos seguidores da marca. As publicidades feitas por Instagrammers ou YouTubers costumam gerar muitas visualizações e reações, sendo uma boa maneira de atingir um grande público.

5. Impulsione uma hashtag

Crie uma hashtag para o Instagram ou Twitter que possa ser identificável e relacionada com a marca. Estimule os seguidores a utilizarem, de modo que se gere uma grande quantidade posts. Conseguir virar trending topic, por exemplo, fará com que muitos consumidores passem a notar a empresa.

Como vimos, o objetivo é fazer com que as pessoas se encantem com determinada ação da marca e comentem sobre ela com conhecidos. Com isso, o e-commerce ganha mais seguidores e aumenta a taxa de vendas. Um marketing de guerrilha forte, provocativo e bem planejado é uma das melhores estratégias para chamar a atenção do público.

Gostou do artigo? Então, não deixe de acompanhar nossas próximas publicações. Curta nossa página no Facebook e saiba das novidades em primeira mão!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo