Tire seu negócio online do papel. Conheça o Logo Comunidade Maker

Saiba quais são as principais plataformas de e-commerce open source

Conheça as principais características das plataformas de e-commerce open source mais utilizadas no Brasil e saiba qual se adéqua melhor a solução que você precisa.

Saiba quais são as principais plataformas de e-commerce open source

O crescimento acelerado do e-commerce e a necessidade de personalização diante de demandas específicas de nichos ampliou horizontes a respeito de funcionalidades e usabilidade nas plataformas de e-commerce, especialmente nas do tipo open source.

Escolher a plataforma mais adequada ao seu tipo de negócio é tão essencial quanto escolher o prédio a ser alugado para montar uma loja física , pois, assim como no comércio de rua, no e-commerce você precisará cadastrar e exibir produtos, gerir demandas financeiras e entregar uma boa experiência de compra aos clientes.

Neste artigo vamos conhecer quais são as principais open source utilizadas no Brasil, apontando os diferenciais mais importantes na escolha para desenvolvimento de uma loja virtual.

O que são plataformas open source

As plataformas open source levam esse nome porque  utilizam código aberto, sendo desenvolvidas por comunidades e disponibilizadas gratuitamente na internet. Elas  permitem que qualquer pessoa com conhecimentos básicos de instalação possa criar um e-commerce sem pagar nada por isso.

Apesar dessa plataforma ser gratuita, ela não exime o lojista dos custos relacionados à infraestrutura, como servidor ou hospedagem. Mas, ainda assim, se bem implementada e gerida, são excelentes opções para e-commerces que precisam de baixo custo aliado a mais liberdade de desenvolvimento e personalização.

Analisando o mercado brasileiro e a utilização por clientes da Yapay,  elencamos as quatro principais soluções open source. Confirma abaixo o review que fizemos sobre cada uma delas para te ajudar a entender como escolher a mais adequada para o seu e-commerce:

WooCommerce

Dados do WordPress apontam que essa plataforma já é utilizada por mais de 30% do e-commerce mundial. Seu sucesso pode ser atribuído pela simplicidade de gerenciamento e personalização, diretamente relacionados a estrutura do WordPress.

Ideal para quem já possui um site em WordPress ou pretende criar um e-commerce menos robusto, como uma loja virtual integrada a um blog, o WooCommerce é uma excelente opção a ser considerada. 

Isso porque essa plataforma é, na verdade, um plugin para WordPress que possibilita o  cadastro e gerenciamento de produtos, além de integração com soluções de frete, pagamento e marketing necessárias para uma loja virtual.

Magento

A Magento é utilizada por grandes empresas como Riachuelo, Droga Raia e Havan, sendo que a última optou por migrar de uma respeitável plataforma SaaS para a open source Magento recentemente.

É a plataforma open source mais utilizada no mundo. Recentemente adquirida pela Adobe, a Magento é famosa por suas possibilidades ilimitadas de personalização e recursos SEO.

Em razão de toda sua robustez e variedade de recursos, essa plataforma necessita de profissionais mais experientes em desenvolvimento para implementação. Além disso, o gerenciamento da loja virtual possui uma curva de aprendizagem um pouco maior que as demais opções.

Prestashop

Ainda com um menor percentual de uso no Brasil se comparado às plataformas mencionadas neste artigo, a Prestashop é sucesso de uso em países europeus.

O maior destaque dela está nas facilidades de gerenciamento que seu CMS oferece aos usuários. Além disso, possui uma grande variedade de temas com instalação facilitada, que podem ser encontrados gratuitamente em sites especializados.

A Prestashop é uma plataforma leve e feita para tornar a gestão do e-commerce simples, podendo ser instalada em hospedagens menos robustas, tornando os custos recorrentes e de manutenção menores.

OpenCart

O OpenCart também é uma opção  leve e de fácil configuração, podendo ser instalada em hospedagens menos robustas.

Por ser consideravelmente difundida no mercado brasileiro, existe uma grande variedade de módulos e temas disponíveis para essa plataforma,  encontrados facilmente em sites como Themeforest e Codemarket.

Bastante usada por agências de e-commerce no Brasil, o OpenCart também se destaca pelas facilidades de gerenciamento, e possui uma curva de aprendizagem pequena para os gerenciadores do e-commerce.

Como escolher a melhor plataforma open source

Em primeiro lugar, é importante entender que não existe a melhor plataforma para todos os casos. Isso significa que, cada plataforma pode ser a melhor indicada,a depender do projeto a ser desenvolvido.

Na hora de escolher a plataforma de e-commerce open source para a sua loja, considere a proporção que você espera que ela tome, as facilidades de gerenciamento de cada CMS, possibilidades de personalização, além da disponibilidade de temas e módulos para integração.

Uma forma de conhecer melhor cada opção é através do acesso a lojas e painéis de acesso teste, que são disponibilizados nos sites oficiais de cada plataforma. Assim você pode testar aquelas  que desejar antes de decidir em definitivo

Gostou deste conteúdo? Veja também o curso da Universidade Yapay sobre como escolher a melhor plataforma de e-commerce.

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo