E-book intermediador
Vendas online: saiba como receber pagamentos em sua conta bancária

Vendas online: saiba como receber pagamentos em sua conta bancária

Já faz um bom tempo que a venda pela internet vem provando ser um mercado em franco crescimento. Aliás, segundo a eMarketer, o setor deve faturar mais de 4 bilhões de dólares até 2020.

Basicamente, isso significa que você pode receber pagamentos cada vez mais relevantes para o seu negócio se fizer um bom trabalho! É possível inclusive vender para o exterior, ampliando ainda mais o seu volume de vendas e, consequentemente, o seu faturamento.

Mas como exatamente funciona uma plataforma de pagamento online? E mais: será que é possível facilitar o processo, recebendo direto na sua conta bancária? Pois é justamente sobre isso que falaremos no post hoje. Acompanhe!

Por que receber pagamentos na conta?

Muitas plataformas de pagamento online mantêm os valores recebidos pelo comerciante em uma conta virtual até que ele solicite a transferência para a sua conta bancária. Por um lado, se isso parece ser vantajoso para ter um controle maior e reunir um bom montante antes de repassar para a sua conta, por outro, você acaba dependente da plataforma do fornecedor.

Na prática, além de ter que se organizar para isso, geralmente são cobradas taxas por transferência — especialmente se você solicita o saque com valor abaixo do estipulado pelo fornecedor da solução.

Os prazos para transferência dos valores variam de 1 a 7 dias. Isso pode comprometer a liquidez do seu caixa, gerando atrasos no pagamento de fornecedores, uso do limite da conta e pagamento de taxas adicionais ao banco.

A demora no resgate dos valores também pode barrar novos investimentos ou novas compras de última hora, resultando em perdas financeiras para o negócio — é o caso de não ter caixa suficiente para aproveitar uma promoção de determinado fornecedor, por exemplo.

Recebendo diretamente na conta, fica mais fácil manter o controle financeiro e garantir saldo suficiente para pagar despesas em débito automático, por exemplo. Também é um controle a menos para fazer e taxas menores a pagar!

Outra vantagem de receber pagamentos diretamente na conta é que, no extrato do cartão do cliente, é o nome da sua empresa que aparece. Já usando os serviços de terceiros, é a marca do fornecedor que figura no documento, o que pode até gerar chargeback.

A verdade é que são inúmeras as vantagens de receber pagamentos diretamente na sua conta bancária. Quer saber como exatamente isso funciona e de quais recursos você precisa? Continue a leitura!

Como funciona um gateway de pagamento?

O gateway de pagamento é uma ferramenta que conecta o seu e-commerce às principais formas de pagamento pela internet — como cartões de crédito e débito. Ele funciona como um terminal de pagamento comum (as famosas maquininhas), intermediando a transação entre consumidor e adquirentes.

O fornecedor da solução não fica com o seu dinheiro em nenhuma conta virtual, só aluga a tecnologia para que você receba pagamentos de maneira facilitada. Veja como funciona o processo!

A integração com o e-commerce

Ao contratar os serviços de um gateway, a ferramenta passa a fazer parte da sua loja virtual. É diferente, portanto, dos intermediadores, que direcionam os clientes para um outro site a fim de concluir a compra.

Essa é uma questão principalmente de experiência e confiabilidade: com o usuário pensando que a ferramenta de pagamentos é da própria empresa e não de um terceiro, ele se sente mais seguro em prosseguir com o processo e tem uma sensação maior de continuidade nas etapas da compra.

Mas esse ganho em integração não fica apenas na sensação do público. A segurança na transação também aumenta pelo fato de o gateway criptografar os dados do cliente para transmitir ao adquirente, evitando a interceptação das informações.

O fechamento da compra

O gateway atua principalmente nessa fase do processo de compra. O consumidor coloca os produtos no carrinho e vai para o checkout. Aí escolhe a forma de pagamento que melhor convém a ele e é direcionado para inserir os seus dados. Uma vez concluída a transação, as informações são enviadas para o adquirente (operadora do cartão ou banco), que aprova ou não a operação.

Essa avaliação é feita imediatamente, deixando as duas pontas da transação mais satisfeitas: uma experiência de compra rápida, segura e confiável para o cliente, bem como uma excelente experiência de venda para você, que já pode computar o valor no fluxo de caixa.

O efetivo recebimento do valor

Concretizada a venda, o lojista recebe os valores correspondentes diretamente na sua conta bancária, sem a necessidade de esperar um prazo de transferência que pode atrasar os seus planos de investimentos — ou pior, deixar as contas vencerem.

Se a compra foi à vista, o valor entra de imediato. Se foi a prazo, programe-se com os valores a receber para organizar o seu fluxo de caixa. De qualquer forma, esse atraso entre venda e faturamento é encurtado consideravelmente com um bom gateway de pagamento.

Que vantagens adicionais o gateway oferece?

Além de permitir que você receba os seus pagamentos diretamente na conta bancária, existem outros benefícios para quem aposta em um gateway de qualidade. Veja os principais:

Dashboard de gestão

Gateways de pagamento trazem dashboards de controle que ajudam na consolidação dos dados, bem como no acompanhamento dos recebíveis. Assim, você pode confrontar o extrato bancário com os relatórios gerenciais da ferramenta e melhorar a sua capacidade de decisão.

A inclusão de análise de dados na elaboração de novas estratégias é chamado de Business Intelligence, responsável hoje por levar o negócio a um novo patamar de mercado.

E é exatamente esse tipo de informação que o gateway proporciona: valores para que você aumente a eficiência do e-commerce, economize em taxas e juros, invista nos produtos que mais trazem retorno e encontre novos nichos e públicos para vender.

Customização

Ferramentas como essa também são customizáveis, o que contribui para um processo de vendas mais ágil e alinhado com as expectativas dos seus consumidores. É possível adaptar formulários e etapas do fluxo de compra ao layout do seu site e, em alguns serviços, ajustar o próprio software de gestão às suas necessidades — com ferramentas e funcionalidades modulares.

Segurança

Com um gateway, o processo financeiro da loja virtual é automatizado com toda a segurança das melhores tecnologias disponíveis. Além de contribuir para a produtividade da equipe, um sistema do tipo reduz a exposição do e-commerce às falhas humanas — causadas quase sempre por excesso de trabalho e tarefas repetitivas.

E não são apenas os riscos internos que podem ser reduzidos. Como a avaliação da transação é feita praticamente em tempo real, os riscos de fraude são menores. Isso porque, caso seja detectado qualquer bloqueio em relação ao cartão quando a informação é processada, a venda é logo recusada. Assim, o comerciante não fica no prejuízo!

Atualização tecnológica

Quando falamos em sobreviver no mercado de hoje, um dos pontos mais importantes é a atualização tecnológica. Além de sempre necessária para garantir uma boa experiência de compra, as novas ferramentas e funcionalidades (que surgem com frequência cada vez maior) podem tornar um negócio obsoleto em meses, caso não tenha a capacidade de se adaptar.

Ao apostar em um gateway de pagamento, essa atualização fica por conta da provedora do serviço. As melhores empresas nesse ramo investem constantemente em pessoal, hardware e software para oferecer a você sempre o que é ponta em tecnologia.

Experiência de compra e aumento das conversões

Um gateway de pagamentos também aumenta as conversões da loja virtual, já que o processo de checkout se torna mais ágil e eficiente — só o fato de não ser direcionado para uma nova plataforma já poupa tempo do consumidor.

Como é possível integrá-lo à sua página, o dono do e-commerce tem mais controle sobre toda a experiência e consegue resolver mais facilmente qualquer gargalo ou obstáculo no processo de compra.

Imagina perder conversões por uma questão fora do seu site, no intermediador, onde você não tem controle, não tem como medir resultados, nem fazer imediatamente algo a respeito? Com o gateway, esse poder está todo em suas mãos.

Além disso, existe a possibilidade de oferecer a compra em apenas um clique! A plataforma armazena os dados do cartão do cliente de forma que, na próxima compra, ele só precisa apertar um botão para concretizar a transação.

Esse modelo, criado pela Amazon, hoje está presente em grande parte dos e-commerces do mundo. A sua vantagem maior é facilitar tanto o processo que o cliente não pense duas vezes antes de uma compra por impulso. O ganho na taxa de conversão é imediato.

Existem desvantagens no gateway de pagamento?

As desvantagens de um gateway de pagamento estão praticamente limitadas à sua capacidade de escolher uma empresa confiável e com um serviço de qualidade.

Se existem problemas com essa tecnologia, geralmente eles aparecem nas relações contratuais: um gateway que aceite apenas um número limitado de bandeiras, a falta de um sistema antifraude ativo, taxas desproporcionais de instalação ou indisponibilidade do sistema.

Esse último ponto, inclusive, atrapalha não só o seu gerenciamento do faturamento como a experiência do cliente. Se o gateway falha e a compra não é concluída, a frustração da quebra de expectativa pode fazer o consumidor nunca mais voltar.

Como escolher o melhor gateway para o seu e-commerce?

Portanto, se você não quer ter problemas na hora de receber na sua conta bancária e não quer frustrar o seu público, a saída é escolher bem a melhor plataforma de pagamento online. Veja os pontos para ficar de olho e não errar nessa escolha:

PCI Compliance

Se a ideia é receber o dinheiro das vendas com segurança em sua conta e aumentar a confiança do público na sua marca, a sua primeira exigência de um bom gateway tem que ser a segurança.

O PCI é o padrão de segurança de dados para a indústria de cartões de pagamento. É uma série de requisitos elaborados por um conselho fundado por empresas como American Express, Mastercard e Visa, que determinam o nível de confiabilidade de um sistema desse tipo.

Portanto, busque na empresa que vai fornecer o serviço a certificação que aponta o seu nível de segurança quanto ao PCI Compliance. Quando você lida com dados de seus clientes e o faturamento da sua loja, nunca priorize o preço acima da segurança!

Compatibilidade com o seu sistema

Você provavelmente já utiliza algum sistema de gestão como ERP ou CRM para gerenciar o negócio. Talvez também aposte em plataformas de e-commerce que simplificam processos de gerenciamento de estoque, fluxo de vendas etc.

Nesses casos, é sempre bom verificar a compatibilidade do gateway de pagamento com as tecnologias que já estão implementadas na loja. Qualquer conflito entre esses sistemas pode complicar a coleta e análise de dados, deixar a operação muito complexa ou até dificultar o caminho do cliente pelo site.

Cartões e divisas

É claro que não dá para oferecer uma ou duas opções de pagamento com cartão para o seu cliente. Escolher um bom gateway passa também por buscar o máximo de bandeiras que o sistema consegue processar. Se você pretende internacionalizar o negócio, precisa também pesquisar opções que suportem moedas e cartões estrangeiros.

Detecção de fraudes

Nós citamos essa como uma vantagem dos gateways lá em cima, mas vale a pena deixar claro que nem todas as opções do mercado oferecem ferramentas automatizadas de segurança. A função desses softwares é identificar operações suspeitas e bloquear qualquer tentativa de compra com dados falsos.

Além de possíveis prejuízos, esses golpes atrapalham muito o fluxo de caixa e a liquidez de um e-commerce. Quando o perigo não é identificado e corrigido na hora da compra, o processo de reparação e recuperação pode demorar dias, semanas ou até meses, corroendo aos poucos o seu faturamento.

Suporte

Mesmo o melhor serviço tecnológico está sujeito a problemas na implementação, na operação ou de indisponibilidade. O que determina a qualidade de um gateway é a velocidade e eficiência como essas questões são resolvidas.

Na hora de pesquisar a opção para o seu e-commerce, exija informações sobre prazos de suporte, SLA, meios de contato e estrutura de atendimento. Esse é um ponto que parece secundário até que você realmente precise dele.

Resumindo, um bom gateway de pagamento é aquele que oferece muitas opções com um sistema confiável, customizável e seguro. Se você pretende receber pagamentos diretamente na sua conta bancária, busca exatamente isso: liquidez com agilidade, simplicidade e segurança, melhorando a saúde financeira do negócio e, ao mesmo tempo, a experiência do seu cliente.

Para fechar nossa conversa de hoje, vale ressaltar que receber diretamente na sua conta, por meio de uma plataforma de pagamento online, é a escolha acertada para quem deseja escalar o negócio.

Afinal, você não precisa se preocupar com o volume de transações, tampouco com a indisponibilidade do sistema. Ao escolher o parceiro certo, conta com uma ferramenta pronta para automatizar todo o processo de pagamentos da loja!

Você ainda ficou com alguma dúvida? Não sabe qual é a melhor opção que se encaixe como uma luva no seu negócio? Deixe, então, o seu comentário aqui embaixo!

Receba os melhores conteúdos sobre formas de pagamento online!
Sobre o autor
Marco Galvão
Marco Galvão Apaixonado por Marketing, formado em Administração, Pós-Graduando em Marketing e Gestão Estratégica de Negócios. Hoje também pesquisador e amante de assuntos relacionados a pagamentos online. Como Hobbies gosto de fotografar, ouvir música, viajar e cantar (mesmo sem saber) ! Bom tê-lo aqui comigo :)