Logo da Universidade Yapay com a coruja como símbolo Conheça a Universidade Yapay!

Modelos de cobrança SaaS: como escolher a melhor opção para o seu negócio

Conheça os modelos de cobrança para SaaS que permitem cobrar de forma recorrente seus clientes em um formato de assinatura, trazendo comodidade e segurança.

Modelos de cobrança SaaS: como escolher a melhor opção para o seu negócio

Você sabe o que é o modelo de cobrança SaaS e quais são as opções para quem trabalha com esses modelos de negócio? Atualmente, os clientes prezam por uma maior comodidade, sendo que o formato de assinaturas proporciona isso.

Nos últimos tempos, vemos uma série de negócios, nas mais diversas áreas, que realizam cobranças normais, migrando para o formato de assinaturas, visando, além de atingir esses clientes que buscam uma maior comodidade, a manter uma renda fixa.

No entanto, para atingir o sucesso nesse mercado, é preciso não apenas conhecer a estratégia, mas todas as possibilidades que existem dentro dela, elencando a que melhor se encaixa no seu negócio. Entenda mais a seguir.

Como funcionam as empresas SaaS?

Um dos maiores desafios de qualquer empresa é a sustentabilidade do negócio. Como garantir a renda suficiente para a manutenção da organização todos os meses? Bom, a resposta para melhorar os resultados e garantir a sobrevivência e a prosperidade do negócio vem de uma estratégia que começou com as empresas de TI, o SaaS — Software as a Service.

Antes, as empresas de software vendiam seus produtos normalmente, através de licenças perpétuas. Contudo, esse modelo foi substituído pela prestação de serviço, na qual o usuário pode usufruir do sistema enquanto pagar por ele.

Hoje, podemos ver os mais variados negócios apelando para o modelo SaaS, como academias, farmácias, supermercados e vários outros exemplos.

Dessa forma, o cliente paga, de forma recorrente, por um produto ou serviço e pode usufruir dele. Para o cliente, existe uma grande vantagem, pois o custo diminui bastante, uma vez que não ocorre a compra direta. Para a empresa também temos benefícios, já que a organização pode contar com uma renda recorrente e prevista todos os meses.

Quais são os principais tipos de cobrança SaaS?

Mesmo que o modelo SaaS seja uma estratégia simples, existem várias formas de aplicar essas cobranças. Vamos ver os principais tipos.

Recorrência

O modelo de recorrência realiza a cobrança dentro de determinado período. Contudo, fica a cargo do cliente realizar esse pagamento para continuar usufruindo do serviço.

Mesmo que possa trazer ótimos resultados, é preciso ficar atento, já que, como a responsabilidade de realizar o pagamento é do cliente, se pode lidar com atrasos, esquecimentos — até mesmo por parte dele.

Geralmente, as empresas podem ofertar os seguintes meios de pagamento na cobrança recorrente:

  • cartão de crédito;
  • boleto bancário.

Assinatura

Uma segunda opção é a assinatura, na qual o cliente assume a recorrência. Com isso, as cobranças são realizadas de forma automática durante todo o período de uso do serviço, sendo interrompidas quando o cliente pede o cancelamento da assinatura. Existem duas formas de realizar esse pagamento, que são as que explicamos a seguir.

Cartão de crédito

A modalidade predileta da grande maioria dos clientes são os pagamentos com cartão de crédito. Todos os meses, uma cobrança automática é gerada e realizada no cartão de crédito do consumidor.

A vantagem dessa forma de pagamento é que ela não requer nenhum esforço do cliente após a assinatura ser iniciada.

Para aumentar a possibilidade do cliente usar esta forma de pagamento, você deve encontrar um intermediador de pagamentos que tenha suporte aos principais bandeiras do mercado.

Boleto bancário

A segunda opção, o boleto bancário, é muito importante, pois possibilita que o pagamento seja feito por clientes que não possuam conta bancária, cartão de crédito ou que prefiram realizar o pagamento em espécie.

Algumas empresas SaaS chegam até a disponibilizar esse meio de pagamento aos seus clientes por ser uma opção de menor custo para a empresa.

Isso é ideal para empresas SaaS que possuam contratação com contratos por tempo determinado que falaremos abaixo.

A disponibilização da opção de boleto também é uma estratégia contra a inadimplência. Mesmo com os clientes preferindo a praticidade do cartão de crédito, em casos que o pagamento não possa ser realizado por meio deste, por bloqueio do cartão ou falta de limite, por exemplo, o boleto pode ser usado como forma de pagamento provisória até que o cliente resolva o problema com o cartão de crédito.

Contrato

O primeiro ponto a ser observado é que o contrato é um modelo de instrumento jurídico utilizado para celebrar um acordo entre as partes envolvidas em uma negociação. No modelo SaaS, podemos ter um início e um fim para a prestação de serviços com possibilidade de renovação.

O uso de contrato pode ser muito interessante para determinadas categorias de serviços, já que reduz a possibilidade de churn, a famosa taxa de cancelamento. Isso porque alguns contratos podem ser firmados estabelecendo multas para o descumprimento.

Como se trata de um contrato, e os pagamentos estão garantidos dentro de seu prazo de vigência, eles podem ser deixados por responsabilidade do cliente, como funciona na recorrência.

Pagamento Upfront

O pagamento UpFront pode ser utilizado tanto na recorrência quanto na assinatura, sendo utilizado para garantia de que a cobrança terá uma resposta positiva. Basicamente, essa forma de pagamento é uma prática na qual a cobrança é realizada de forma antecipada, antes que o cliente tenha acesso ao serviço ou produto.

Garante-se, assim, que a empresa não enfrente problemas com inadimplência. Ou seja, caso não haja pagamento, o serviço ou produto não é liberado.

Como escolher a melhor opção para o negócio e seus clientes

Ao longo deste post, nós apresentamos algumas das formas de cobrança que podem ser aplicadas em um modelo de negócios SaaS. Mesmo que, à primeira vista, algumas podem parecer mais interessante que outras, escolher a ideal para o seu negócio é algo complexo.

O primeiro passo é analisar a sua empresa, seu produto ou serviço, além de entender qual seriam as preferências de seu público-alvo.

Por exemplo, ao reconhecer que boa parte de seus clientes não possui cartão de crédito, essa opção de pagamento fica obsoleta. Outro exemplo seria o de usuários sazonais, que não reconhecem o valor da assinatura, preferindo um modelo de recorrência, usando o serviço ou produto por um tempo limitado.

Esperamos que as dicas e informações deste post possam auxiliar você a entender melhor quais são e como funcionam os modelos de cobrança SaaS.

Já ouviu falar em link de pagamento? Aproveite para conhecer a tecnologia que está revolucionando as vendas online!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo