Pagamento Digital: vale a pena usar um intermediador de pagamentos online?

Pagamento Digital: vale a pena usar um intermediador de pagamentos online?

Não existe receita certa: a melhor forma de pagamento digital para um e-commerce é aquela que o cliente está disposto a usar. Na prática, por mais que algumas alternativas sejam mais (ou menos) usadas, cada pessoa tem preferência por uma opção diferente. Será que sua loja precisa mesmo escolher entre cartões de crédito, débito, transferência bancária, boleto ou um combo de tudo isso e muito mais?

Pois é para simplificar a vida tanto dos lojistas como dos clientes que existem os intermediadores de pagamento! Adiantando, podemos dizer que um intermediador é uma plataforma que faz a integração da loja virtual com múltiplas opções de pagamento de uma só vez. Assim, quando um cliente fecha uma compra, é direcionado para esse intermediador para escolher a forma de pagamento e efetivar a transação, retornando para o e-commerce em seguida.

Ainda em dúvida se vale ou não a pena usar um intermediador de pagamento? Então confira agora mesmo os próximos tópicos, que trazem ótimas justificativas para você optar por essa ajuda!

Pagamento Digital: Facilidade de implementação

Uma das principais vantagens trazidas pela adoção de um intermediador de pagamento é a facilidade de implementação dessa ferramenta. Pense bem: desenvolver a tecnologia certa para lidar com cada uma das formas de pagamento online que o e-commerce pode oferecer é uma missão que demanda tempo e dinheiro.

Já a implementação de um intermediador de pagamento se resolve quase instantaneamente, com uma única ferramenta cobrindo todas as soluções disponíveis. Uma vez integrado ao e-commerce, o sistema de pagamentos do intermediador já pode começar a ser usado!

Os intermediadores de pagamento também oferecem um painel com interface simplificada que reúne todas as informações relevantes sobre os pagamentos — tanto os realizados como os recebidos. Esse dashboard facilita o controle financeiro e a obtenção de dados relativos às compras realizadas na loja digital.

Segurança nas transações

Quando um e-commerce adota um intermediador de pagamentos, automaticamente transfere o risco de inconsistências nas transações para a empresa fornecedora da ferramenta. A partir daí, você não precisa mais se preocupar com fraudes ou qualquer problema encontrado pelo cliente na hora de pagar, já que tudo isso passa a ser de responsabilidade do intermediador de pagamentos.

Justamente por isso, o investimento em segurança digital é bem alto nessas empresas, o que é mais um benefício para todos os envolvidos nas transações — inclusive os clientes, que terão muito mais tranquilidade para inserir seus dados de pagamento em uma plataforma reconhecida e confiável!

Sabia que dados de cartões de crédito são um dos alvos favoritos de criminosos digitais? É muito importante, portanto, ter atenção máxima em relação à segurança na hora do pagamento. Mas a verdade é que nem todo e-commerce tem os recursos ou sequer a expertise para se proteger da melhor forma possível.

Assim, terceirizar essa responsabilidade para especialistas no assunto garante que você e seus clientes estarão em boas mãos. Além disso, como o e-commerce não armazenará dados sensíveis, automaticamente se torna um alvo menos interessante para ataques.

Simplicidade no pagamento

Ao contrário do que muita gente pode pensar, o intermediador de pagamentos não simplifica apenas o lado do e-commerce. Com essa ferramenta, também fica muito mais fácil para o cliente final fechar uma compra. Especialmente em alguns casos, quando o usuário já tiver cadastro com seus dados na plataforma de intermediação, o processo de checkout será ainda mais rápido!

A lógica é a seguinte: quanto menos atritos existirem no processo de pagamento digital, menores também se tornam as chances do cliente desistir da compra nessa etapa final. Logo, é muito importante que a experiência do checkout seja suave e bem objetiva. Aí entram os intermediadores de pagamento, que costumam assegurar isso também com suas interfaces e seus sistemas que se integram bem com qualquer tipo de e-commerce!

Diversidade de opções

Um bom e-commerce precisa dar possibilidades para que seus clientes efetivem as compras como preferirem. O ideal é oferecer a possibilidade de pagamentos com cartões de crédito e débito, bem como transferências diretas, DOC, boleto e o que mais tiver demanda.

É importante diversificar as opções de pagamentos digitais para que os clientes possam sempre escolher aquela forma de que gostam mais. E o intermediador de pagamentos faz justamente isso: oferece todas as possibilidades disponíveis no mercado em uma única solução! Isso poupa muito do trabalho que precisaria ser feito pelo e-commerce, começando pelo esforço de desenvolvimento, que se torna especialmente complexo quando a questão da segurança é levada em conta.

Além do mais, imagine ter que negociar com vários bancos para obter, por exemplo, autorização para o sistema de pagamentos por transferência direta! Com a intermediação, essas burocracias deixam de existir, tornando-se muito mais simples oferecer inúmeras opções para pagamento online.

Compras a prazo sem risco

Além das opções de pagamento a prazo oferecidas pelos cartões de crédito, muitas intermediadoras de pagamentos também fornecem esse serviço, permitindo que os clientes paguem suas compras parceladas, mas o lojista receba os valores de uma única vez. Isso elimina qualquer risco que o e-commerce poderia ter ao oferecer um parcelamento próprio, além de antecipar o recebimento, dependendo das regras do intermediador.

Antecipação de pagamentos

Em algumas plataformas de intermediação de pagamentos, é possível requisitar a antecipação de transações pendentes. É caso de, por exemplo, das compras no cartão de crédito que, mesmo à vista, podem levar um tempo para chegar até a conta do vendedor. Quando essa antecipação é permitida, normalmente envolve o pagamento de alguma taxa. Mesmo assim, não deixa de ser uma opção que pode resolver emergências financeiras e outros apertos inesperados.

Suporte técnico

As empresas que oferecem ferramentas de intermediação de pagamentos costumam disponibilizar suporte técnico para qualquer problema que envolva o checkout dos e-commerces. Esse serviço é mais uma garantia para as transações de uma loja virtual, já que, com ele, eventuais erros ou falhas são resolvidos com o apoio direto de quem forneceu a ferramenta.

Compatibilidade com múltiplas plataformas

Boas ferramentas de intermediação de pagamentos são compatíveis com múltiplas plataformas, o que inclui até dispositivos diferentes. Com isso, os clientes não enfrentam problemas em pagar por suas compras, sejam elas feitas via celular ou tablet, por exemplo. Essa compatibilidade é fundamental para promover uma boa experiência do usuário em qualquer dispositivo ou navegador, o que reduz as chances de abandono de carrinho.

Proteção contra chargeback fraudulento

O chargeback acontece quando um cliente que comprou com cartões de crédito ou débito pede à operadora o estorno dos valores de uma compra por não reconhecê-la. O detalhe é que, por mais que seja uma boa forma de proteger os consumidores contra o uso indevido de seus cartões, o chargeback infelizmente pode ser indevidamente aproveitado por golpistas que, mesmo recebendo os produtos, solicitam o estorno.

A inclusão de um intermediário no processo de pagamento é uma forma de se proteger contra esse tipo de golpe, já que, antes mesmo de chegar na loja, o pedido de estorno é atendido pela empresa intermediadora. Como são especialistas na área, esses profissionais sabem se defender adequadamente no caso de chargebacks fraudulentos.

É isso, tem alguma dúvida em relação ao uso de intermediadores de pagamento? Use o campo de comentários abaixo.

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo