E-book intermediador

Como otimizar o processo de logística no e-commerce?

Como otimizar o processo de logística no e-commerce?

Os cuidados com a logística no e-commerce são simplesmente vitais para promover a satisfação dos consumidores. Estão incluídos nesse pacote os processos que vão desde o fechamento da compra até a entrega ao destinatário final. É isso mesmo: são diversas as etapas que devem ser otimizadas para proporcionar eficiência e qualidade nos serviços prestados aos usuários.

Sabia, por exemplo, que a velocidade de entrega dos produtos comprados online é o 4º fator de maior relevância para os consumidores? Sabia ainda que 83% dos usuários estão dispostos a aguardar 2 ou mais dias para conquistar o benefício do frete grátis? Mas não é só isso, viu? Existem diversas outras oportunidades de surpreender e cativar seus clientes com o auxílio de uma logística otimizada no e-commerce. Descubra agora mesmo!

Conte com ferramentas de pagamento ágeis

A automatização do processo de pagamento é, sem dúvida, o start do processo logístico. Afinal, o botão de confirmação da compra é o gatilho para o financeiro providenciar a nota fiscal, para o estoque proceder com a separação do pedido e para a transportadora ser acionada para coletar e enviar os produtos.

Se seu e-commerce tem um processo de confirmação de pagamentos lento, isso significa que as demais etapas demorarão para ser cumpridas, atrasando a entrega ao consumidor. Nesse sentido, o ideal é contar com ferramentas de pagamento ágeis e eficazes, como os integradores de pagamento. Eles fazem a validação dos dados do consumidor, bem como a análise de crédito, tudo de forma imediata, acelerando o processo logístico.

Com essa ajuda, os processos decorrentes da confirmação da compra serão desencadeados de forma automática, reduzindo o tempo de espera do consumidor e trazendo mais eficiência a seu e-commerce. E isso vale tanto para dias úteis como para os finais de semana!

Adote a previsão de demandas

No e-commerce, assim como em qualquer outro comércio, é essencial manter em estoque somente aquilo que realmente será vendido. Afinal de contas, um estoque enxuto permite reduzir a infraestrutura usada na armazenagem, além de evitar perda de produtos por prazos de validade vencidos, avarias ou obsolescência. Aí entra a previsão de demandas.

Esse processo consiste em analisar com critério o histórico de vendas do e-commerce e manter apenas aquela quantidade necessária para suprir os pedidos dos clientes. Lembrando que uma margem de segurança é sempre recomendada, já que pode haver um aumento inesperado de vendas por um motivo ou outro. Um bom sistema de gerenciamento de estoques pode ajudar a equilibrar a quantidade ideal de cada produto.

Controle seu estoque de maneira eficiente

Entenda desde já: a garantia de entrega dos produtos dentro dos prazos acordados está diretamente relacionada a seu controle de estoque. Por isso, as movimentações de mercadorias devem ser acompanhadas em tempo real e com o máximo de cuidado para não haver falha.

Consolidar dados de pedidos e notas fiscais com antecipação, através de um sistema de gestão empresarial, pode reduzir bastante o trabalho burocrático e as brechas dos lançamentos manuais. Essa postura também evita que você mesmo receba pedidos errados, o que consumiria um tempo precioso da sua equipe de logística.

Com os produtos devidamente armazenados e registrados, cabe ao time de logística no e-commerce otimizar o processo de separação das mercadorias — chamado de picking. A organização do armazém em ruas e lotes pode ser uma boa forma de diminuir o tempo de busca e separação, agilizando o processo todo.

Implemente o cross docking

E-commerces que vendem para outras empresas (B2B) podem tirar bastante proveito do cross docking, um processo que consiste em marcar um horário para que fornecedores enviem as mercadorias e a empresa de entregas faça o carregamento. Assim, os produtos que chegam não param no armazém, praticamente saindo de um caminhão para o outro.

Com essa prática funcionando a todo vapor, você não só consegue garantir maior agilidade na logística, mas também otimiza recursos, já que não precisa manter uma grande infraestrutura para guardar o que vende.

Procure por bons parceiros de transporte

A escolha dos parceiros que farão a entrega dos produtos é igualmente importante para agilizar a logística no e-commerce. Você pode, por exemplo, ter parceiros específicos que façam rotas mais longas e outros que permitam uma velocidade maior de entrega por cuidarem de distâncias menores.

Ter centros de distribuição por região é uma forma de agilizar suas entregas e garantir a satisfação dos consumidores. Armazéns descentralizados podem concentrar parte do seu estoque e fazer envios para distâncias mais curtas, nos arredores. O importante, nesse caso, é ter um sistema de gestão de estoques que unifique e consolide todas as informações.

Busque fornecedores que entreguem

Outra possibilidade a ser considerada para otimizar a logística no e-commerce é formar parcerias com fornecedores que façam eles mesmos o envio das mercadorias para seus clientes. Assim, além de reduzir o espaço necessário no seu armazém, você consegue economizar recursos importantes, que se refletem em fretes mais baratos para os clientes.

Um e-commerce de eletroeletrônicos, por exemplo, pode formar parcerias com lojas locais em diversas cidades, acionando-as para as entregas quando necessário. Isso pode significar apenas 24 ou 48 horas de espera por parte do consumidor, um diferencial e tanto para quem busca expansão de mercado!

Estipule prazos factíveis

Os prazos informados aos consumidores devem ser factíveis, de preferência prevendo uma margem de segurança para que seu e-commerce não saia com a imagem prejudicada. Se o prazo da transportadora é de 8 dias, por exemplo, considere 10 para cobrir qualquer empecilho.

Ter mais de um tipo de parceiro para o transporte também ajuda a manter os prazos equilibrados, além de dar ao consumidor a oportunidade de escolher entre prazo e preço do frete. Como mencionamos no início do post, muitos usuários aceitam esperar um pouco mais para obter desconto no envio. Esse pode ser, inclusive, um argumento de venda para que você converta mais clientes!

Disponibilize rastreamento para seus produtos

Desde que a mercadoria sai do armazém, não tem jeito: você perde um pouco do controle sobre ela. Mas deixar completamente nas mãos da transportadora pode não ser uma boa ideia! O melhor é ter meios para rastrear os produtos, conseguindo informar aos consumidores em que etapa da entrega eles se encontram. Assim, fica fácil tomar medidas preventivas e reativas para que os prazos sejam cumpridos.

Digamos que a transportadora que você contratou tenha centros de distribuição regionais e que um pacote seu tenha ficado parado por puro esquecimento. Sabendo onde ele está, é possível acionar o fornecedor e solicitar medidas de urgência para que a mercadoria seja entregue conforme combinado com o cliente. Muito mais simples, não acha?

Como você pode perceber, existem maneiras simples e eficazes de otimizar a logística no e-commerce e construir uma boa reputação para sua loja virtual. Então o que ainda está esperando para implementá-las?

Se você gostou deste conteúdo, não deixe ele aqui parado! Compartilhe o post em suas redes sociais e faça essas dicas circularem!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo
Sobre o autor
Darius Cordeiro
Darius Cordeiro
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";"); for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";"); for(var d=0;d