E-book intermediador

3 dicas de como usar storytelling para vendas no e-commerce

A prática de storytelling não é nova, existindo desde o tempo das cavernas. Afinal, a humanidade adora uma boa história — e nada melhor do que aplicar essa estratégia para potencializar as vendas de seu e-commerce.

3 dicas de como usar storytelling para vendas no e-commerce

O conceito de storytelling é muito simples: é a utilização de recursos audiovisuais para contar uma história que vá além de simples palavras. O marketing já utiliza essa estratégia há muito tempo, sendo que a internet permitiu a potencialização desse instrumento.

Neste post, vamos mostrar para você a importância de formular e contar boas histórias aos consumidores para potencializar as vendas de seu e-commerce, além de dar dicas de como praticar um stotytelling de qualidade. Acompanhe!

Qual é a importância de contar boas histórias?

Em um mundo sobrecarregado de informações, qual é a maior dificuldade para as empresas? A resposta é obter a atenção dos consumidores. A qualquer lugar que uma pessoa vá, existem milhares de anúncios disputando a sua atenção, a todo momento.

O simples ato de abrir uma página na web é praticamente impossível sem que haja algum tipo de propaganda inserida nela, o que faz com que as empresas busquem por formas de se diferenciar dos demais players do mercado.

Contar boas histórias é a melhor forma de conquistar a atenção dos ouvintes, que acabam se interessando por saber mais acerca do que você tem a falar — funcionando melhor do que uma rápida olhada, ou cinco segundos antes de um vídeo.

Essas histórias têm como objetivo gerar empatia e identificação no público, fazendo com que eles se vejam nos personagens e embarquem na jornada de compra.

Quais são as principais dicas de storytelling?

Agora que você já sabe o que é o storytelling, é preciso conhecer, na prática, como montar uma boa história. Separamos algumas dicas simples e rápidas que poderão ajudar você nessa jornada.

1. Crie uma mensagem e ambiente

O primeiro passo é definir a mensagem e o ambiente. A mensagem é aquilo que se quer passar com aquela história, ou seja, a ideia geral com o intuito de transformar a vida do ouvinte e resolver algum problema que ele tenha.

O ambiente é o local em que a história se passa, o que vai depender, principalmente, de uma análise do público-alvo daquela peça publicitária.

2. Foque na construção do personagem

O personagem é a pessoa que terá suas demandas sanadas ao longo da história. Sua construção deve levar em conta a persona do negócio, uma vez que, para que a mensagem seja realmente passada ao público, o conteúdo do storytelling precise gerar identificação.

3. Não se esqueça dos conflitos

Esse é um dos principais elementos da história, pois é o que faz com que o público se identifique realmente com o que é passado. É preciso que o personagem passe por conflitos comuns também aos consumidores.

Além disso, deve-se evitar resoluções simples, o que romantiza a história e faz com que ela perca a credibilidade. O conflito deve ser muito bem elaborado e fazer sentido ao público, exigindo uma transformação.

Seguindo essas dicas, temos a certeza de que você será capaz de criar ótimas histórias. A técnica de storytelling nunca deixará de ser uma boa opção de marketing, afinal, todos nós gostamos de um pequeno conto, não é mesmo?

O que você achou deste post? Tem alguma história para nos contar? Deixe-nos um comentário!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo