Logo da Universidade Yapay com a coruja como símbolo Conheça a Universidade Yapay!

3 erros comuns no fluxo de caixa do e-commerce que você deve evitar

Confira o post e conheça 3 erros comuns cometidos por lojistas na hora de controlar o fluxo de caixa em e-commerce!

3 erros comuns no fluxo de caixa do e-commerce que você deve evitar

Com o aumento de e-commerces no mercado, os lojistas precisam aplicar estratégias eficientes de controle de custos e receitas. O fluxo de caixa é um processo de grande importância para qualquer negócio e é essencial na hora de garantir uma boa gestão.

No entanto, alguns lojistas cometem erros quando o assunto é fluxo de caixa no e-commerce, o que compromete a saúde financeira do negócio. Então, entender quais são as principais falhas que ocorrem e como é possível evitá-las pode ajudar você a ser bem-sucedido.

Selecionamos 3 erros comuns e que ações colaboram para evitar que isso aconteça em sua loja virtual. Confira a seguir!

1. Não ter planejamento

Um dos principais erros é não planejar as estratégias e objetivos financeiros. É importante contar com um planejamento estruturado sobre as vendas, gastos e o quanto você espera atingir em receita e lucros. Além disso, conheça quem são os seus concorrentes, pesquise os melhores fornecedores e saiba que tipo de público realiza compras em seu e-commerce.

Todas essas informações fornecem uma base para o gestor entender aspectos importantes do negócio e que decisões serão tomadas em determinadas situações. Faça previsões de possíveis cenários que podem surgir ao longo do tempo e busque planejar que ações serão mais adequadas em cada um deles ajuda na expansão do e-commerce.

2. Não ter bons recursos à disposição

Existem várias ferramentas que são úteis no gerenciamento financeiro e no controle de caixa. Não utilizar esses recursos que auxiliam o controle do negócio é um erro que muitos lojistas cometem. Anotar somente em cadernos gera riscos e não possibilita que você acompanhe dados relacionados ao desempenho da loja virtual.

Opte por ferramentas financeiras com boas funcionalidades e que auxiliam na gestão do e-commerce. Por meio delas é possível fazer projeções, verificar gastos e lucros de meses anteriores e assim por diante.

Então, invista em recursos que facilitam a gestão do fluxo de caixa, pois isso minimiza as chances de erros e aumenta o potencial competitivo do e-commerce.

3. Não atualizar constantemente o fluxo de caixa

Com a movimentação do caixa e as atividades diárias para fazer é comum esquecer-se de atualizá-lo constantemente. Alguns lojistas optam por realizar o controle de entradas e saídas a cada quinze dias ou preferem não determinar um período para que isso aconteça.

Ao fazer isso, o risco de perder o controle do fluxo de caixa é alto. Por isso, o indicado é que a atualização seja feita diariamente, pois, assim, você acompanha de perto o financeiro do e-commerce.

Entender a importância do fluxo de caixa no e-commerce é fundamental para que você tenha destaque perante a concorrência e consiga administrar o negócio da melhor maneira possível. Manter o controle financeiro e não ter prejuízos na loja virtual está diretamente relacionado com a organização e gestão do fluxo de caixa. Portanto, ficar atento nesse sentido contribui positivamente no crescimento das vendas e no aumento dos lucros.

Já que você tem interesse em potencializar o gerenciamento de seu e-commerce, leia também o nosso post sobre como ter um fluxo de caixa saudável em 7 passos!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo