Logo da Universidade Yapay com a coruja como símbolo Conheça a Universidade Yapay!

Quais mudanças foram promovidas no hábitos de consumo na quarentena?

Confira o post e entenda quais são as mudanças promovidas nos hábitos de consumo nesta quarenta!

Quais mudanças foram promovidas no hábitos de consumo na quarentena?

A rotina dos brasileiros tem sido diferente desde o início do mês de março. Com a quarentena, é necessário mudar alguns hábitos que, até então, eram comuns, como trabalho, escola, festas e eventos. Por ainda ser o método mais eficaz para prevenir a proliferação do coronavírus, o isolamento e o distanciamento social são ações que precisam ser respeitadas.

Diante disso, os hábitos de consumo também mudaram e as pessoas adotaram algumas ações para se adaptarem ao novo momento.

Se você tem interesse em saber quais são algumas destes impactos, continue a leitura do post e confira!

Qual o impacto da quarentena no comportamento das pessoas?

A quarentena provocou mudanças no comportamento das pessoas. Isso está acontecendo em várias áreas, desde a forma de se relacionar com outros até os hábitos de compra. Em meio à pandemia, o uso de videochamada está sendo o elo de conexão entre amigos e familiares, além de ser um recurso bastante útil para reuniões de trabalho e contato com clientes ou equipe.

Outro impacto é em relação às prioridades das pessoas nesta quarentena. Por estarem mais em casa e na companhia daqueles que moram juntos, grande parte opta por fazer atividades que antes eram menos frequentes devido à rotina, como cozinhar e aproveitar o tempo com a família.

Os hábitos de consumo também tiveram mudanças, pois há um crescimento na procura de e-commerces para adquirir principalmente itens básicos, como alimentos, medicamentos e higiene pessoal.

Para você ter uma ideia, cerca de 31,7% das pessoas estão comprando em lojas online, sendo que há a tendência de que os usuários continuem comprando pela internet mesmo após a quarentena se a experiência for positiva.

Como atender melhor o consumidor?

Se você tem um e-commerce, provavelmente, tem se perguntado como pode atender melhor o consumidor nesse momento atípico em que vivemos. Assim, oferecer uma experiência humanizada e eficiente é o caminho mais seguro para que você consiga se relacionar com o cliente neste contexto de quarentena.

Amplie seus canais de comunicação com o público e torne sua loja virtual mais acessível àqueles que desejam entrar em contato. Crie uma relação de confiança a partir do feedback que os usuários fornecem ao comprar no e-commerce, pois isso transmite mais credibilidade para que outras pessoas conheçam seu negócio e se sintam confiantes em realizar a primeira compra.

Neste período, é fundamental que as empresas desenvolvam empatia e estejam dispostas a se conectar com o público. Uma maneira de fazer isso é por criar conteúdo relevante e disponibilizá-lo aos usuários, estabelecendo um maior engajamento e contato com aqueles que têm interesse em comprar online.

Qual o papel da tecnologia neste contexto vigente?

A tecnologia tem sido uma aliada global nesta quarentena, sendo que, muitas atividades estão sendo realizadas através de chamadas de vídeo e outros recursos tecnológicos. Ou seja, houve uma adaptação para que grande parte dos serviços fosse mantida com o auxílio da internet.

Da mesma forma, muitos que não tinham o hábito de comprar online, estão optando por esse modelo de consumo. Assim, os e-commerces que conseguem atender de maneira eficiente às necessidades destes novos clientes, serão mais bem-sucedidos.

Os hábitos de consumo na quarentena mudaram, principalmente quando falamos sobre o modelo de compra e prioridades dos consumidores. Por isso, é importante que os e-commerces ofereçam um atendimento personalizado durante a pandemia e fortaleçam a confiança dos usuários em realizar compras online. Dessa forma, a loja virtual conseguirá se adaptar às novas demandas e identificar oportunidades mesmo na crise em que vivemos.

Gostou das informações apresentadas? Compartilhe este post em suas redes sociais para que outras pessoas também conheçam sobre o assunto e coloquem as dicas em prática!

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo