Logo da Universidade Yapay com a coruja como símbolo Conheça a Universidade Yapay!

Conheça 5 benefícios da cobrança recorrente para Startups

A cobrança recorrente é uma abordagem muito segura para empresas que desejam otimizar os pagamentos. Saiba mais sobre os seus benefícios.

Conheça 5 benefícios da cobrança recorrente para Startups

A economia da recorrência não é um fenômeno novo. Esse modelo de empresas que oferecem produtos e serviços pagos por mês ou por ano já existia na era analógica, em clubes de assinatura de livros e revistas, por exemplo. Contudo, com o mundo digital, isso se tornou comum, visto que representa uma série de benefícios para gestores de todo tipo de negócio.

A cobrança recorrente é ainda mais importante quando falamos em startups. Essas empresas, que geralmente estão começando e estão totalmente envolvidas na transformação digital, crescem e se expandem de forma consolidada quando se aproveitam dessa economia. Por isso, é fundamental entender melhor como ela funciona e como usufruir de seus benefícios.

Para saber mais sobre o assunto, acompanhe o artigo a seguir.

O que é pagamento recorrente?

O pagamento recorrente é a forma de consumir produtos e serviços na economia da recorrência em que vivemos. Trata-se de um modelo que envolve cobranças em determinados períodos específicos, como toda quinzena, todo mês ou todo ano. Assim, em vez de pagar uma única vez, o cliente terá que manter um compromisso financeiro pelo período em que utilizar aquele serviço ou produto.

Isso envolve planos, assinaturas, contratos, mensalidades, entre outros programas similares. Geralmente, essas cobranças ocorrem de maneira automática, com cartões de crédito e débito, contudo, também podem envolver pagamentos à mão, com boletos ou faturas. Da mesma forma, estão associados os períodos de teste e períodos gratuitos para avaliação.

Esse modelo de compensação é muito comum na era atual por conta da computação em nuvem. Esse paradigma computacional permite que as empresas ofereçam pacotes de serviços e de conteúdo periódicos para as pessoas por um determinado preço e mantenham essa espécie de relação duradoura.

Nesse sentido, o retorno sobre o investimento para a startup não vem de vez, como em modelos tradicionais: ele surge com o tempo, na medida em que a parceria com os consumidores vai se consolidando e se tornando constante. Assim, é importante que essa relação dure bastante e seja frutífera e valiosa para ambos os lados.

Quais são os benefícios do pagamento recorrente para a startup?

Já vimos que o pagamento recorrente é um modelo bastante comum entre empresas e startups no mundo da transformação digital. Agora, vamos entender os seus principais benefícios.

1. Redução da inadimplência

A inadimplência — quando os clientes não honram com os seus compromissos — é um grande obstáculo para o crescimento saudável de muitas organizações. O primeiro ponto importante e vantajoso do pagamento frequente e organizado é a redução desse índice.

Afinal, quando se adota o modelo de recorrência, é possível implantar mecanismos de cobrança automática, bem como de uma comunicação mais clara com os usuários quando o dia do compromisso estiver próximo.

A cobrança automática ocorre com cartões de crédito e débito, sem envolver um esforço ativo de ninguém da empresa nem dos consumidores. Assim, não existe o caso de alguém esquecer de pagar. Contudo, mesmo no caso de cobranças feitas manualmente, é possível enviar notificações e garantir um controle maior para prevenir a falta de compromisso dos usuários.

Além disso, caso os clientes continuem inadimplentes ou não resolvam algum problema com a compensação automática, sua startup pode suspender diretamente o serviço ou produto, de modo a evitar perdas e prejuízos com isso. Assim que tudo estiver normalizado, o cliente pode voltar com a compensação financeira e com o uso.

2. Maior facilidade de pagamento para os clientes

A experiência dos consumidores é otimizada com as cobranças recorrentes. Quando existe esse recurso para otimizar a intermediação financeira, os usuários se sentem melhor e com mais possibilidades de pagamento, o que facilita a vida deles. Por exemplo, no caso de automação, eles nem precisarão se preocupar com essa questão.

Associado a isso está o fator preço. Pagamentos frequentes tendem a ser mais baratos, justamente por conta dessa divisão que é feita por mês ou por ano, que funciona como uma transferência por prestações.

Desse modo, fica fácil e transparente para o cliente visualizar aquele custo em seu balanço mensal, o que ajuda na tomada de decisão e no controle dele. Assim, é difícil resistir e rejeitar, principalmente se o serviço ou produto for de qualidade e gerar valor.

É possível dividir em pacotes também, então, há uma diversidade interessante de opções de consumo dos serviços e produtos. Caso o cliente tenha problemas em arcar com pacotes maiores, pode optar por versões menores e mais baratas, de acordo com o que for conveniente.

3. Redução de custos operacionais

Como já falamos, existe a possibilidade de contar com a intermediação de pagamento para facilitar o trabalho da empresa e dos clientes. Assim, com a ajuda da automação, é possível reduzir custos operacionais, esforço e burocracia na cobrança recorrente. Isso pode ser feito de forma autônoma, de modo a tornar tudo mais natural e eficaz para ambas as partes.

Com menos gastos operacionais, a startup consegue direcionar os investimentos para fatores realmente importantes. Em decorrência disso, a companhia pode expandir e crescer o negócio de maneira saudável, com menos problemas financeiros e balanços negativos.

4. Maior previsibilidade de receita

Outra questão vantajosa é a maior previsibilidade da receita. Com os pagamentos recorrentes organizados, sempre com uma mesma taxa, é possível manter um controle do que a empresa vai receber a cada período. Além disso, a companhia sabe exatamente qual dia vai receber, o que ajuda no controle e na gestão do fluxo de caixa.

Com isso, torna-se viável realizar planejamentos e predições acerca do futuro, com a certeza de que a gestão pode contar com esses recursos.

Essa visão do futuro ajuda também no controle da sustentabilidade do negócio, de modo a auxiliar as decisões tomadas no presente. Assim, será possível saber quando a empresa estará em melhores condições e quando as coisas não estarão boas.

5. Fidelização de clientes

Justamente por conta da forma como o pagamento recorrente ocorre, ele depende de algo que é fundamental para qualquer organização, de qualquer tamanho: a fidelização dos clientes. Assim, esse é outro benefício que vale menção.

Com as cobranças todo mês ou todo ano, é possível criar essa relação de compromisso com os consumidores, bem como de ajuda mútua.

Ou seja, com essa recorrência, é comum que o cliente fique por mais tempo conectado e engajado com a empresa. Se ele realmente gostar do serviço, continuará e provavelmente passará a defender a marca e a recomendá-la para os outros.

Se a startup apresenta um bom suporte e uma comunicação efetiva sempre quando necessário, não haverá motivos para o consumidor reclamar ou não se sentir bem com a relação.

A cobrança recorrente é uma estratégia muito comum para startups. Contudo, além de muito normal, ela é também extremamente vantajosa, por representar uma relação mais profunda de empresas com seus clientes, entre outras questões que exploramos.

Assim, é fundamental pensar em mecanismos intermediadores para efetivar esse modo de pagamento, caso você deseje seguir por esse caminho.

Gostou do conteúdo? Então, conheça as vantagens dos intermediadores de pagamento e saiba como eles podem ajudar sua startup.

100.000 pessoas não podem estar enganadas Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo